4 de jul de 2007

Desejo Fúnebre

Um dia
Eu queria
No mundo
A minha dor.

Numa tarde
Eu teria
A morte
Do meu amor.

E da noite
Eu faria
Uma lápide
Sem flor.

Um comentário:

cher_lopes disse...

falei p vc parar com as drogas...

sabe, eu fico pensando em poemas, poesia, o que vai na mente dos poetas.
como as pessoas podem ser tao lugubres qd se trata de colocar o amor em verso e rimas
uma lápide sem flor é tao triste qt uma lápide sem nome...ou uma lapide com uma só flor sem cor nenhuma