10 de abr de 2014

                                         À S., que fuma com charme

acendo um cigarro
e o amargo
me faz esquecer
o desgosto na cabeça

o sopro do    ar
       antes
tem sabor de derrota
     
        descalço
  piso a rua
que não sente 
o que passei
  dispenso a guimba

    e desprezo 
         meu caminho
..

2 comentários:

sarah vervloet disse...

Escreva mais? Adoro a poesia que você cria.

Beijos e abraços.

Anônimo disse...

Ah!
As Odes ao belo vício...